Novidades nos estudos de Encefalopatia Traumática Crônica ( ETC )

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

A Encefalopatia Traumática Crônica, ou ETC  é um dos maiores problemas em esportes de contato. A condição foi reconhecida por gerações no boxe, modalidade combativa da qual era muito complicado dissociá-la. Alguns lutadores desenvolveram uma perda da função cognitiva e / ou motor, que passou à ser classificada  como ” Punch Drunk “.

O público leigo pouco entende do assunto. ” É um acúmulo de socos menores na cabeça que faz com que ele desenvolva-se, ou alguns nocautes enormes? O traumatismo craniano em jovens pode acelerar o processo? E talvez, acima de tudo, por que alguns lutadores desenvolvem o ETC enquanto outros tornam-se imunes? ” São algumas das principais dúvidas.

Por que George Foreman ainda mantêm toda a sua inteligência e sagacidade, enquanto Muhammad Ali sofreu com a doença de Parkinson ?

A atenção do público para o ETC disparou nos últimos anos, em parte devido à uma ação judicial movida por milhares de ex-jogadores de futebol americano e suas famílias contra a Liga Nacional de Futebol devido à lesões cerebrais.

Desde o inicio dessa década que uma série de notáveis do MMA, boxe, kickboxing, futebol americano, hóquei  e demais esportes de contato anunciou uma colaboração e apoio conjunto  ao estudo sobre os efeitos de traumas na cabeça em lutadores profissionais, feito pela Cleveland Clinic. Esse estudo é chamado de Professional Fighters Brain Health Study ( Estudo da Saúde Cerebral de Lutadores Profissionais ).

O Dr. Jeffrey Cummings, diretor médico em um dos centros que conduzem os estudos, já informou o que era pouco compreendido pelo público leigo : ” A maioria de golpes na cabeça não produz lesão cerebral “, disse Cummings. ” Mas alguns tipos de golpes na cabeça podem produzir uma lesão cerebral que se inicia com  um processo que acaba em algo que se parece com a doença de Alzheimer. Nós não entendemos quais os tipos de golpes na cabeça que levam  à lesões cerebrais e resultam nesta causa crônica e processo incapacitante.”

Anteriormente assunto bastante quente nos principais “ Talks Shows ” televisivos norte-americanos, o tema voltou à  tona, agora também no cinema com o drama “ Concussion ”, estrelado por Will Smith, que interpreta um neuropatologista, o qual descobre uma concussão traumática que pode ser causada pela prática do Futebol  Americano.

Acompanhe algumas das mais recentes novidades nos estudos do ETC : Encefalopatia Traumática Crônica.

*Agora, em um grande passo à frente, a NSAC ( Nevada State Athletic Commission ) está exigindo que todos os lutadores de boxe e MMA licenciados  se submetam à testes regulares de saúde do cérebro, usando um aplicativo para iPad. O novo protocolo teve inicio desde o ano passado.
” Nevada sempre esteve na vanguarda da segurança lutador, e nós estamos orgulhosos e animados  para implementar esta política”,  disse o diretor executivo da comissão atlética de Nevada, Bob Bennett, antes do anúncio oficial. ” Não vai custar nada aos lutadores e leva apenas 15 minutos. ”

Os atletas serão obrigados a passar por avaliações usando o aplicativo Cleveland Clinic C3, uma ferramenta de teste baseado em iPad em lutadores profissionais do Ruvo Center cerebral Health Study”. Concluiu.

Os atletas serão obrigados a passar por avaliações usando o aplicativo Cleveland Clinic C3, uma ferramenta de teste baseado em iPad em lutadores profissionais do Ruvo centro cerebral Health Study, disse Bernick.

Outro bastante empolgado com a novidade é Bob Arum, presidente da empresa de promoções de boxe Top Rank. ” Ninguém quer ver lutadores embriagados. Nós temos confiança nesses estudos e estamos 100 por cento com eles “, disse Arum. ” Isso vai dar aos lutadores uma linha de base para análise e se alguma deterioração ocorrer em seus cérebros nos próximos anos, eles ( os médicos )  poderão  identificá-la.”

ETC encontrado em paciente com ” ausência de qualquer lesão conhecida na cabeça ”

 

*Além disso um artigo interessante foi publicado na última edição do International Journal of Pathology and Clinical Research (  Jornal Internacional de Patologia e Pesquisa Clínica ) ao diagnosticar o que se acredita ser o primeiro caso conhecido de um indivíduo com Encefalopatia Traumática Crônica ( ETC ) que não tinha um histórico de concussões.

No artigo, intitulado como “Encefalopatia traumática Crônica – Descobertas neuropatológicas sem histórico de trauma” um homem de 45 anos que foi encontrado morto enquanto dormia teve seu cérebro examinado “post mortem” e  foram descobertas mudanças e ETC em seu cérebro. Isto era notável aos investigadores, porque o paciente não teve nenhuma história conhecida do trauma principal. Os autores observaram o seguinte :

” Para nosso conhecimento, esta é a primeira descrição de um paciente com características neuropatológicas de ETC-MND na ausência de história de traumatismo crânio-encefálico. Curiosamente, apesar da patologia cortical, nosso paciente nunca apresentou comprometimento cognitivo, o que especulativamente poderia ser explicado pela relativa poupança do núcleo basal de Meynert. Isso destaca a incerteza em torno da patogênese e fisiopatologia do ETC e ressalta a necessidade de mais estudos detalhados para elucidar o papel causador do trauma. No entanto, o nosso relato de caso tem várias limitações importantes. Por exemplo, a ausência de um histórico de trauma vem apenas da lembrança da esposa do paciente e os golpes de sub-concussão no início da vida não podem ser totalmente excluídos. Existem também limitações inerentes à obtenção de conclusões à partir dos resultados de um único paciente. ”

” Até à data, a lesão cerebral traumática repetitiva demonstrou estar associada à nenhuma alteração neuropatológica, com ETC sozinho, ETC associado à outra doença neurodegenerativa, ou com neurodegeneração não-ETC. Como o ETC é um diagnóstico pós-morte, a maioria das amostras vem de cérebros de indivíduos sintomáticos encaminhados pela família; Estes indivíduos são mais propensos à demonstrar algum tipo de neuropatologia, introduzindo assim um viés de seleção. O nosso caso acrescenta-se à esta complexidade dada a observação de que ETC como mudanças podem ocorrer na ausência de qualquer lesão na cabeça conhecida;  Lançando dúvidas de que o trauma é sempre o fator etiológico incitante. Estudos futuros devem avaliar se a patologia semelhante ao ETC é prevalente em populações de pacientes sem concussão. ”

*O Senador Republicano pelo estado do Arizona, John McCain, que já foi o homem mais odiado pela comunidade do MMA ao redor do mundo, adotou outra postura e assim se manifestou sobre essa questão : ” Como um ex-boxeador e fã de longa data, eu entendo a necessidade crítica para melhorar a investigação sobre os efeitos dos esportes de contato e sobre a segurança do lutador e a saúde do cérebro ,” disse o senador McCain. ” Eu aprecio os esforços em curso da Cleveland Clinic e reforçado pelas organizações promotoras de boxe e MMA para concluir estes estudos inovadores e para que então possamos garantir a saúde à longo prazo destes grandes atletas. ”

Ele agradeceu ainda o apoio do UFC, Bellator MMA, Viacom e Premier Boxe, entre outras empresas promotoras de lutas pelo apoio aos estudos da Cleveland Clinic, durante uma audiência no Capitólio, em Washington, DC.

Sobre os cuidados com a saúde dos lutadores daqui para a frente, McCain foi enfático : ” Estes atletas estão aqui em apoio aos seus colegas de esporte porque viram que muitos golpes na cabeça podem não ter muito efeito neles atualmente , mas devemos ao futuro do esporte e dos homens e mulheres que estão lutando atualmente. Os legisladores poderiam reforçar as leis já existentes ou criar novas para melhor garantir a segurança lutador. Não queremos algo ao nível nacional, seria um custo muito alto. Eu prefiro deixar a segurança dos combates e a supervisão da saúde dos lutadores ao cargo das  comissões atléticas estaduais, individualmente.”

Nota .: Na época do boicote político, o Senador John McCain queria que o MMA fosse supervisionado pelas Comissões Atléticas Estaduais, como acontece hoje dia. Atualmente ele declara seu apoio à este esporte e afirmou que teria experimentado a modalidade em sua juventude.

John McCain teve um passado de boxeador e já foi vice-presidente do Conselho Mundial de Boxe.

_

Foto : Senador John McCain afirma : “ Todo mundo gosta de ver uma boa luta. ”

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa

 

Related posts

Leave a Comment