Lutador faixa-preta de Jiu-Jitsu é acusado de agredir duas mulheres em Manaus/AM

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

Ferreira é faixa-preta 3º Grau da arte-suave e o principal suspeito das agressões as duas mulheres em uma festa na cidade de Manaus/AM (Foto: Arquivo Pessoal).
Uma notícia nada agradável para os amantes de lutas de todo o país, principalmente para os amantes do Jiu-Jitsu, que tanto defendem o caráter e ensinam os seus alunos (as) a não brigarem em hipótese alguma, para não manchar as pessoas como seres humanos e consequentemente não sujar o nome do esporte que tanto salva vidas ao redor do planeta, tirando muitos jovens do mundo maldito das drogas e de todas as vertentes do crime, parece não funcionar muito bem para alguns, já que toda regra tem sua exceção.
_
Segundo o que o atleta Orlean ‘Kratos” Smith postou em suas redes sociais, o faixa-preta terceiro grau da arte-suave, residente em Manaus, capital do Estado do Amazonas André Ferreira da Academia Monteiro, é o principal suspeito de ter invadido uma festa particular neste domingo (19) e agredido duas mulheres. A primeira mulher foi espancada, de acordo com Smith, ela era a aniversariante do dia, que ganhou um presente de grego, hem?
_

A segunda moça (filha da primeira mulher citada) a ser supostamente agredida por André, cujo também não teve seu nome divulgado por motivo de força maior, era uma mulher gestante de 7 meses, e a mesma acabou levando um soco no rosto, além de dois chutes.

_
Nossa equipe entrou em contato com Orlean “Kratos”, líder da Kratos Top Team/AM que contou com exclusividade a TV Fight sobre o ocorrido.
“O safado (Adriano), entrou na festa da mãe de um aluno meu de penetra, e essa mãe do meu aluno, não quero expor a mulher, pediu com educação para que ele se retirasse de lá, mas ele não o fez, logo, ela pediu novamente e ele ficou nervoso e a espancou. A filha, que está grávida de 6 meses, correu para ajudar a mãe, e nessa levou um soco, caindo no chão, logo após isso, o agressor deu dois chutes em sua barriga. Ela quase perdeu o filho”, revelou.
_
Os envolvidos já abriram boletim de ocorrência junto à Polícia Civil e por hora, Adriano segue foragido das autoridades locais do Estado do Amazonas.

Related posts

Leave a Comment