Em polêmica represália a veto de Trump, equipe norte americana de Wrestling é banida da etapa iraniana do mundial da modalidade

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

Christina Kelley é embaixadora internacional do Wrestling nos Estados Unidos (Foto: Al Monitor.com).

O atual momento político dos Estados Unidos é tenso, após uma série de proibição feitas pelo atual presidente da república, impediu alguns estrangeiros de determinados países a entrarem em solo americano. O irã está na lista polêmica de Donald Trump, que não se intimidou com a proibição, apresentando represália.

Nitidamente revoltados com a decisão do polêmico Trump, o governo do Irã resolveu ‘pagar’ na mesmo moeda e, fechou suas portas para estrangeiros americanos, acarretando prejuízos até mesmo para atletas que iriam wrestling no pais.

Segundo a Agência de Notícias da República Islâmica, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, que foi o responsável por dar a notícia ao mundo. Qasemi (porta-voz) deixou claro que a recusa a equipe americana foi em represália as medida de Trump e, que foi decidido por uma comissão especial.

Estava previsto a presença de 13 atletas vindos dos Estados Unidos para o Irã em 16 e 17 de fevereiro para a Copa do Mundo Freestyle de wrestling. O comunicado não foi feito ainda de forma oficial

Related posts

Leave a Comment