Em grande fase, Herbeth Índio e Paulinho Capoeira prometem alto nível no Jungle Fight 89

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

c8d9129d-5aff-43b2-bfc6-90a5ab7913a2

 

O maior evento de MMA da América Latina está de volta a São Paulo. Após figurar entre as cinco maiores organizações do mundo em pesquisa divulgada pelo portal americano Yahoo Sports, o Jungle Fight chega dia 30/08 à edição 89 trazendo duas disputas de título. Na luta principal, um cinturão inédito: Simone Duarte e Bianca Daimoni duelam pelo topo da categoria peso-mosca feminino (57kg), uma novidade no Jungle. Pelo co-evento, Paulinho Capoeira e Herbeth Souza disputam o título interino também dos moscas.

Com apenas 22 anos, o cartel do brasiliense Herbeth “Índio” impressiona: são dez vitórias em dez combates no MMA, sendo as três últimas pelo Jungle Fight. Atleta da Constrictor Team, Índio acredita que disputar um título da grandeza do Jungle Fight pode ser um divisor de águas em sua carreira. Ele ainda citou Renato Moicano (antigo lutador do Jungle, hoje no UFC) como exemplo.

“A expectativa por essa disputa é a melhor possível. Sempre sonhei em disputar um cinturão e agora ter essa oportunidade em um evento enorme como o Jungle Fight é maravilhoso. Tenho certeza que esse cinturão pode me abrir muitas oportunidades. Quero mostrar meu trabalho para o mundo e o Jungle é o evento que mais exporta atletas para outros eventos. Aqui mesmo na minha academia temos o Renato Moicano que saiu do Jungle para o UFC e é em casos como o dele que busco me espelhar”, disse Índio, que também falou sobre seu adversário.

“O Capoeira é um cara canhoto que tem uma bagagem boa, tem muita experiência e merece respeito. Mas eu vou para impor meu jogo e acredito que ele não aguente a pressão. Cheguei para pegar o cinturão e se ele ficar em cima será nocauteado, se for para o chão vou finalizar”, encerrou.

Já Paulinho Capoeira é um pouco mais experiente. O manauara chega para essa disputa de cinturão aos 33 anos e vive a melhor fase na carreira. São quatro vitórias consecutivas, todas elas pelo Jungle, e ele acredita que chegou o momento de subir ao topo. Confiante, o atleta garantiu estar bem tanto físicamente, quanto psicologicamente. Para ele, o público pode esperar mais um combate de alto nível na Arena Jungle.

“Eu venho esperando essa disputa pelo cinturão desde dezembro. Infelizmente não aconteceu mas agora chegou a hora. Me sinto preparado e venho treinando há pelo menos 8 meses focado nesse título. Espero que meu adversário também chegue em alto nível para ser uma grande exibição. O público pode esperar muita técnica e agressividade. Espero concretizar essa vitória e trazer esse cinturão para Manaus”, finalizou.

O Jungle Fight 89 terá um total de 18 lutas e será transmitido ao vivo pela Bandsports e portal band.com.br. Outra novidade da organização, pela primeira vez o evento vai começar às 20 horas e segue até duas da madrugada. Na Band aberta, a transmissão ao vivo começa uma da manhã. Serão seis horas de muitos nocautes e finalizações.

“Estou muito feliz com o reconhecimento internacional do Jungle Fight. Fomos escolhidos como o quinto maior evento do mundo e facilmente o maior da América do Sul. Vamos seguir trabalhando incansavelmente por mais uma excelente produção, com imparcialidade e onde os treinadores não escolhem luta. Aqui os atletas entram para nocautear ou finalizar, essa é a letra da selva”, comemorou o presidente da organização, Wallid Ismail.

JUNGLE FIGHT 89 – SÃO PAULO
30/08
Ginásio Mauro Pinheiro – complexo do Ibirapuera
20 horas
Transmissão: Bandsports, band.com.br e Band

18- Simone Duarte (Boxe Mania/São Paulo) x Bianca Daimoni (La Sports/Paraná) Cinturão 57kg

17- Heberth Sousa Reis (Constrictor Team/Brasilia) x Paulinho Capoeira (Team Cardoso/Amazonas) Cinturão Interino 57kg

16- Quemuel Ottoni (Família Komodo/São Paulo) x Sidnei Souza (Herman Gutierrez Team) 84kg

15- Carlos “Spartas” Da Silva (Corinthias Team/São Paulo) x Rafael Back (Inside/São Paulo) 66kg

14- Ismael Bonfim ‘Marreta’ (Cerrado MMA/Brasilia) x Anderson Santos ‘Buzika’ (Inside/São Paulo) 66kg

13- Denis “Alagoas” (Peso Pesado Gold Team/Alagoas) x Rodrigo Praia (Team Nogueira/Amazonas) 61kg

12- Leandro Foguinho (Sombra Team/Rio Grande Do Sul) x Paulo “Pit Bull” Henrique ( Triple Azevedo Team) 57kg

11- Guilherme Soares (Constrictor Team/Brasilia) x Claudio Cezario (Team Nogueira/Bahia) 77kg

10- Diego Barbosa (Team Nogueira) x Lucas De Almeida (Herman Gutierrez Team/São Paulo) 66kg

9- Lukas Campos ‘Togun’ (Togun Team/Kyokushinkaikan/São Paulo) x Gabriel Gregorio (Team Nogueira/São Paulo) 70kg

8- Jackson Naco (Gtteam/Sergipe) x Natalicio Filho (NBT/Pará) 93kg

7- Carlos de Oliveira (Team 4 Life) x Carlos “Carlin” Soares (Gordin Fight/Minas Gerais) 61kg

Card Social

6- Climerio Costa (Inside/São Paulo) x Nathan Batista (Team Nogueira/São Paulo) 66kg

5- Thiago Santos (Família Furacão/São Paulo) x Lucas Granola Nacimento (Bronx’s Gold Team/Maranhão) 77kg

4- Bruce Souto (Gordin Fight/Minas Gerias) x Fernando Kioshi (Herman Gutierrez Team/São Paulo) 77kg

3- Edgar “Pigmeu” Oliveira (Corinthias Team/São Paulo) x Wesley”Sete Vidas” Cesar (Union Of Monster/Rio De Janeiro)

2- Marco Matos (Corinthias Team/São Paulo) x Welington Lemes (Inside/São Paulo) 93kg

1- Jose Filho (Marajó Brothers/Pará) x Paulo Cesar (Union Of Monster/Rio De Janeiro) 70kg

Related posts

Leave a Comment