Anderson Silva afirma não confiar na palavra de Dana White

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

Foto: Getty Images.

Em entrevista nesta segunda-feira (1) para o programa “The MMA Hour” o ex-campeão Anderson Silva se mostrou bastante insatisfeito com a demora do UFC para encontrar um adversário para enfrentá-lo no UFC Rio. O brasileiro revelou que é a segunda vez que passa por isso.

“Acho que já deu. Lutei por grande tempo na minha vida. Tenho meu legado, minha história. É muito frustrante, porque é a segunda vez que não consigo lutar no meu país. Eu luto em Londres, em diferentes países, e nunca acontece no meu país.”

O ex-campeão dos médios também citou uma “falta” de respeito ao seu legado no esporte por parte da organização.

“Os caras não respeitaram minha história, meu legado ao esporte. Eu não acredito nisso. Nada faz sentido. Não acredito nisso”.

“Spider” enfrentaria Kelvin Gastelum no sonhado UFC 212, entretanto, o americano foi flagrado em exame antidoping e teve que ser retirado do duelo. Segundo Anderson, o UFC havia prometido superlutas, inclusive com Georges St-Pierre, porém nada feito.

“Me disseram que eu ia fazer superlutas com St. Pierre, e nada. Estou cansado. Eu ganhei minha luta em Londres, por que não me colocar para lutar com ele? Fui campeão por muito tempo, por anos. Não acredito em nada que Dana fala”.

Para finalizar, Anderson sinalizou uma possível aposentadoria caso não lute no UFC 212.

“Nunca fiquei tão decepcionado com o UFC. Estou cansado. Se nada acontecer, se essa luta não acontecer no Brasil, eu não luto mais. Estou cansado”.

Related posts

Leave a Comment