AND STILL! Amanda Nunes atropela Ronda e mantém cinturão; AND NEW! Garbrandt acaba com reinado de Cruz no peso-galo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

Amanda Nunes não toma conhecimento de Ronda Rousey (Foto: Getty Images)
Amanda Nunes não toma conhecimento de Ronda Rousey (Foto: Getty Images)

 

Não deu nem para o começo! A brasileira Amanda Nunes simplesmente não tomou conhecimento de Ronda Rousey e atropelou a ex-campeã com apenas 48 segundos de luta. A Leoa partiu para cima logo no começo, aplicando uma sequência mortal. Ronda sentiu já o primeiro golpe e apenas esperou o juiz interromper o combate.

Após o anúncio oficial, Ronda não esperou a entrevista no octógono e saiu direto para o vestiário. Amanda comemorou bastante e pediu para esquecerem Ronda e focarem que ela é a campeã.

Cody Garbrandt comemora conquista do cinturão (Foto: Getty Images)
Cody Garbrandt comemora conquista do cinturão (Foto: Getty Images)

A disputa pelo primeiro cinturão da noite colocou frente a frete o campeão Dominick Cruz e a sensação do peso-galo Cody Garbrandt. O primeiro round correspondeu completamente ás expectativas. Uma movimentação de primeira de Dominick contra golpes potentes de Garbrandt. Cada um conseguiu uma queda e muitas provocações de ambos os lados.

No segundo assalto o ritmo diminuiu um pouco. Cody pareceu um pouco mais sério, sem as brincadeiras do primeiro round. Cruz seguiu com sua movimentação padrão e parecia frustrar o desfiante em mais um período bastante equilibrado.

Logo no começo do terceiro round, Garbrandt acertou um golpe que abriu o supercílio do campeão que sentiu. Com o momento favorável, o desafiante voltou a provocar e conectar novos golpes contundentes.

O quarto assalto foi mais um passeio do desafiante. Um knockdown logo no começo foi crucial para o andar o assalto. Cody brincou com o campeão, fez o que quis. Cruz mostrou muito coração, mas voltou a levar mais dois knockdowns no minuto final.

No último round Cody Garbrandt claramente segurou o resultado. Cruz já não tinha forçar para tentar o nocaute ou finalização e o desafiante só esperou o tempo passar para se tornar o novo campeão peso-galo do UFC.

Na luta que possivelmente definiu o próximo desafiante ao cinturão peso-galo do UFC, John Lineker e TJ Dillashaw mediram forças por um mesmo objetivo: o cinturão. Já ligado que a luta em pé oferece perigo, Dillashaw fintav em cima e conseguia a queda com certa facilidade. Por quase todo o segundo round, o ex-campeão ficou golpeando por cima. Algo parecido com o que fez no primeiro. No terceiro assalto, Dillashaw foi mais conservador, conseguiu outras quedas e quase finalizou em uma chave de paturrilha. No fim, vitória do americano por decisão unânime.

O combate entre Dong Hyun Kim e Tarec Saffiedine foi, talvez, o menos empolgante da metade final do evento. Na visão dos juízes laterais, o coreano foi superior ao belga e levou e melhor por decisão dividida.

Na luta que abriu o card principal, Ray Borg foi bastante superior a Louis Smolka no jogo de solo, com transições interessantes. Mantendo o padrão nos três rounds, Borg castigou Smolka nas tentativas de finalização e foi um verdadeiro carrapato, não dando chances para o adversário implementar seu jogo. Ray Borg ficou com a vitória por decisão unânime.

Confira os resultados do card principal do UFC 207:

Amanda Nunes derrotou Ronda Rousey por TKO aos 48 segundos do Round 1
Cody Garbrandt derrotou Dominick Cruz por decisão unânime (48-46, 48-47, 48-46)
TJ Dillashaw derrotou John Lineker por decisão unânime (triplo 30-26)
Dong Hyun Kim derrotou Tarec Saffiedine por decisão dividida (27-30, 29-28, 29-28)
Ray Borg derrotou Louis Smolka por decisão unânime (30-27, 30-26 30-36)

Related posts

Leave a Comment